Saúde de A-Z - Dra Ana Escobar

Diarreia

Fezes do bebê

Assim que nasce, as fezes do bebê costuma ser pastosa, verde, com aspecto grudento. É o chamado mecônio. A medida em que o bebê mama, as fezes do bebê mudam. A cor fica amarelada e a consistência também muda. Pode ser líquida, pastosa, semipastosa, com pedacinhos (chamados de grumos). Para diferenciar da diarreia observe se o bebê continua ativo sem sinais de vômito ou febre. É normal os bebês fazerem coco de duas cores. As fezes do bebê podem ser verdes, amarelas escuras ou claras e até verde amareladas. Um pediatra deverá ser imediatamente acionado se as fezes forem vermelhas […] VEJA MAIS.

Febre – sinal de infecção

Febre é sinal de infecção. Pode ser simples ou grave. Algumas viroses fazem que menos de seis horas depois de tomar o antitérmico, a febre volte. Isto não significa um quadro mais grave. Um dos principais indícios para saber a gravidade da situação é avaliar o estado geral da criança durante e imediatamente após a febre. Preocupe-se se a criança estiver muito desanimada. Crianças bem dispostas, são um sinal de tranquilidade. Para avaliar o grau da febre é preciso saber a temperatura exata da criança. Para isto, você vai precisar de um termômetro preciso. Os melhores são os de uso […] VEJA MAIS.

Tratamento da Diarreia

A diarreia pode ser causada por vírus, bactérias ou parasitas. Nem sempre é necessário pedir um exame de fezes para saber a causa da diarreia. Diferente da disenteria que é mais grave, e precisa ser investigada. Já que na disenteria percebe-se a presença de sangue e muco nas fezes. O tratamento da diarreia é hidratação. O quadro deve melhorar em 14 dias. Perde-se muita água e sais minerais, por isto deve seguir as orientações do pediatra. A Organização Mundial de Saúde indica o soro de hidratação oral, mas o uso deve ser orientado pelo médico. VEJA MAIS.