/

O que é intoxicação alimentar?

Quem já teve uma intoxicação alimentar é capaz de dizer como os sintomas são desagradáveis. Começam com um enjoo, que vai ficando cada vez mais forte e difícil de aguentar. Em seguida o vômito. Uma, duas, três ou mais vezes. Pode também aparecer febre, mal estar, dor de cabeça, dores pelo corpo e quando tudo não parece ter mais fim, surge a diarreia. E assim pode-se permanecer por uns dois ou três dias.

Ninguém merece!

A intoxicação alimentar ocorre quando ingerimos algum alimento estragado, contaminado com toxinas produzidas por algumas bactérias específicas. O ovo cru, por exemplo, pode ser uma fonte de uma bactéria que produz uma toxina muito forte. Por isso é que a ingestão de produtos contaminados que contenham ovos crus ( maionese, por exemplo) pode levar à intoxicação alimentar.

Dicas para evitar a intoxicação alimentar:

1. Lave bem as mãos antes de preparar alimentos e antes das refeições. Ajuda a diminuir a contaminação e, portanto, evita a intoxicação alimentar.

2.Dê preferencia a alimentos bem fresquinhos e que não se deterioram com facilidade no calor. Por isso cuidado com cremes, maionese, frutos do mar ou frituras.

3. Se você sentir qualquer tipo de gosto estranho no que estiver comendo, pare na hora. Veja se não há uma chance deste alimento estar estragado.

Cuide-se: coma com moderação e saúde!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.