/

Quais os efeitos da Vitamina D no organismo?

A Vitamina D é tão importante para nosso organismo que cientistas e estudiosos do assunto a consideram mais que uma vitamina, atribuindo-lhe a função de um hormônio.

Isso se deve ao fato de que a Vitamina D exerce um número significativo de funções no nosso organismo. Imaginem que a Vitamina D regula a expressão de mais de 1000 genes. Isso quer dizer que a vida com saúde depende dos nossos níveis no sangue de Vitamina D.

Sabe-se hoje que a deficiência orgânica de Vitamina D está relacionada a uma menor potência do sistema imunológico e maior incidência de osteoporose, diabetes, asma, doenças cardiovasculares, dermatite atópica, doença inflamatória intestinal, artrite reumatoide e até mesmo depressão.

Por tudo isso, é essencial mantermos níveis sanguíneos adequados de Vitamina D. Para lembrar, 90% da nossa taxa de Vitamina D vem da exposição solar e apenas 10% da alimentação.

No entanto, aqui encontramos duas situações que merecem nossa reflexão:

1. O horário mais indicado para “fabricar” vitamina D é justamente o meio do dia. Entre 10 e 16 horas. Dez a quinze minutos de Sol na pele são em geral suficientes. No entanto, quem tem risco para câncer de pele ou não consegue tomar Sol todos os dias deve conversar com o médico para orientações.

2. A Vitamina D está presente, em maiores concentrações em peixes como atum, sardinha ou salmão, de preferência selvagem, isto é, não criado em cativeiro. Estes peixes não fazem parte do hábito diário da alimentação dos brasileiros.

Por estas duas razões, muitas vezes a suplementação de Vitamina D está indicada para muitas pessoas. Mas só com orientação profissional. Nunca se auto medique.

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.