/

Crianças podem andar sem antes engatinhar?

Veja a alegria e a “velocidade” de um bebê de 10 ou 11 meses quando está engatinhando.

É a fase de conquista do espaço. A curiosidade faz ele mexer em tudo, fuçar os cantos mais impossíveis da casa, abrir gavetas ou armários baixinhos, pegar objetos que tem dentro , dar aquela viradinha para se sentar e na sequencia… colocar o(s) objeto(s) encontrado(s) na boca.

Eles não tem medo, pois não tem o menor senso de perigo. Engatinhar é um esporte radical para bebês. Por isso, um adulto deve sempre estar de olho e de perto!! O risco de acidentes nesta fase é muito grande. Por isso, remédios e produtos de limpeza devem ser guardados em locais fora do alcance. Fios, tomadas, vasos sanitários, quinas… tudo pode virar uma armadilha. A casa deve estar preparada para receber o bebê que engatinha.

O desenvolvimento motor dos bebês começam da cabeça e vai numa sequencia até os pés.
É assim: aos 3 meses a cabeça deve estar firme. Ao redor dos 7 meses devem se sentar sozinhos. Por volta dos 9 meses começam a engatinhar e andam com 1 ano.

Engatinhar é muito importante para os bebês. Mas não é fundamental passar por essa fase. Alguns bebês tem um jeito muito especial de conquistar o espaço: rolando, virando, se movendo de lado, engatinhando sem dobrar as pernas… cada um encontra seu jeito. O importante é sair do lugar e explorar o mundo!

Ser curioso. Mover-se. Explorar o espaço ao seu redor. Conhecer cada cantinho escondido. Viram como os bebês também nos ensinam a viver?

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar (CRM 48084-SP) é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.