/

O que o botox?

Botox é o nome comercial da toxina botulínica. Esta toxina é produzida por uma bactéria que se chama Clostridium botulinum. É a mesma bactéria que causa uma doença muito perigosa, o botulismo. É um veneno mais potente que o cianureto. No entanto, o botox e outros produtos comerciais feitos a partir da mesma toxina são tratados e purificados. Por isto podem ser usados com total segurança para fins terapêuticos sem causar nenhuma doença.

A toxina botulínica tem o poder de relaxar os músculos. Por isso, este produto foi desenvolvido para pessoas com espasmos musculares, como crianças com paralisia cerebral. Os resultados foram muito positivos e os pacientes ganharam mais flexibilidade e voltaram a executar movimentos musculares.

Logo depois, a toxina começou a ser usada para fins estéticos. Principalmente no rosto. As rugas se formam por causa de espasmos dos músculos faciais. Partindo do mesmo princípio, a toxina botulínica suaviza estes espasmos e consequentemente diminui as rugas e as linhas da pele. Consequentemente as pessoas ficam com uma aparência mais jovem.

A descoberta virou uma “febre”. Muita, mas muita gente mesmo não se importou de levar a injeção na testa! Após 2 ou 3 dias os resultados já aparecem. No entanto, duram no máximo 6 meses. É o período que o organismo encontra para “franzir” os músculos de novo e as linhas e rugas voltam a ser visíveis.

Todo tipo de tratamento, mesmo estético, deve ser orientado por um profissional habilitado, para que não exponha o paciente a riscos desnecessários. E vamos lembrar: muitas vezes os benefícios estéticos trazem, sim, felicidade e qualidade de vida para quem os procura.

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar (CRM 48084 | RQE 88268) é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.