/

Devemos nos preocupar com os agrotóxicos dos alimentos?

Saúde com qualidade de vida. Todos desejamos, não é mesmo? Por isso procuramos nos informar e até mudar hábitos e o estilo de vida na busca do que é mais saudável.

Uma das recomendações é comer muitas frutas, vegetais, legumes e hortaliças, independentemente da idade. Para atender todas estas bocas famintas é preciso garantir safras e manter o ritmo de produção em larga escala. Para isto, usa-se agrotóxicos e fertilizantes. O problema é que muitas vezes alguns alimentos recebem uma carga excessiva destes produtos, comprometendo a qualidade. E o pior de tudo: estas substâncias podem fazer mal. Não só à saúde de quem os consome, mas também a de moradores das regiões rurais, próximas às áreas de plantio e aos trabalhadores agrícolas que estão mais expostos.

Há vários tipos de agrotóxico. Cada um pode ter efeitos diferentes. Alguns dão sintomas agudos, como dores abdominais, cólicas, náuseas, vômitos, espasmos musculares e até convulsão, por exemplo. Já os crônicos, podem causar alterações neurológicas ou até, alguns tipos de câncer.

Segundo um relatório da ANVISA de 2013, os alimentos campeões de agrotóxicos no Brasil são: pimentão, pepino, cenoura e morango. Em outros alimentos como alface e abacaxi também foram encontrados agrotóxicos.

Lave bem frutas, legumes e verduras. Sempre!!

São os pequenos gestos que fazem a diferença.

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.