/

Três dicas para ter um parto normal:

  1. Cuide-se. Cuide de sua saúde. Mesmo que você tenha pressão alta ou diabetes ou outros problemas, se estiverem bem tratados e controlados é possível ter parto normal. Por isso, a consulta médica do pré natal, o cuidado com você e com sua saúde são fundamentais.
  2. Vá para a maternidade na hora certa! Ir para a Maternidade na hora errada (o chamado alarme falso) aumenta muito as chances de ter uma cesárea. Por que? Porque quando se está em início de trabalho de parto (contrações ainda irregulares) ou na fase latente do trabalho de parto (contrações já regulares, mas ainda acontecendo a cada 15 minutos) a dilatação pode demorar até 10 horas para aumentar 1 cm!!! É hora de estar em casa, distraindo a cabeça e mexendo o corpo para que a cadeia de hormônios necessária para chegar à fase ativa do trabalho de parto seja liberada. É hora de caminhar, fazer um bolo, tocar um instrumento, ir para a feira, tomar um banho ou dormir um pouco. A hora certa de ir para a maternidade acontece quando o trabalho de parto passa para uma fase mais ativa, ou seja, quando você estiver com contrações regulares e com menos de 10 minutos de intervalo há pelo menos uma hora. Isso significa de 8 a 12 contrações em 1 hora. Assim, você provavelmente chegará na Maternidade com mais de 4 cm de dilatação, fase em que a dilatação costuma aumentar rapidamente, cerca de 1 cm/hora. Para aguardar a hora certa em casa, claro, alguns itens de segurança precisam ser observados: não fique em jejum por muito tempo, para que o bebê tenha energia. Sinta os movimentos do bebê ao menos 2 vezes/hora. Caso a bolsa das águas rompa, o liquido deve estar claro (transparente ou branco) e nunca esverdeado. Vá para a Maternidade se estiver perdendo líquido ou se você não sentir os movimentos do bebê.
  3. Mantenha a calma no final da gravidez. Já ouviu falar que a gravidez dura 9 meses e uma eternidade? Pois é… pode ser que o seu bebê precise ficar aí até 41 semanas para resolver sair. Depois de 37 semanas, a ansiedade da mãe pode acabar levando o médico a marcar uma cesárea. Saiba o que você quer e confie no seu processo.

IMPORTANTE:  durante o trabalho de parto pode ser que o médico indique uma cesárea por razões de segurança para você e/ou para o bebê. Tudo certo. Você já recebeu a cascata de hormônios e isso já valeu para seu filho.

Publicado por Dra Adriana Grandesso Pompeo de Camargo.
Doutora Adriana Grandesso Pompeo de Camargo (CRM 115.771-SP) é médica graduada pela Unicamp. Obteve Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, em 2007, pela Unicamp.