/

Três dicas de saúde para as crianças nos dias muito frios

O outono e inverno são característicos pelo aumento de incidência das doenças respiratórias. A temperatura mais fria e seca prejudica a defesa da mucosa respiratória, permitindo a entrada de agentes agressores. Além disso, tendemos a ficar em ambientes mais fechados e menos arejados. Por isso, as crianças ficam mais doentes. Vamos às dicas para tentar evitar tudo isso:
1. Evitem mudanças bruscas de temperatura. Exemplo: cuidado na hora de sair do banho. Se a casa estiver muito fria, melhor secar e trocar os pequenos dentro do banheiro, que deve estar quentinho. Evitem sair de um ambiente quente para um ambiente frio, sem que os pequenos estejam agasalhados.
2. Cuidado com os cabelos molhados. A cabeça das crianças é uma região intensamente vascularizada e muito sensível à mudança de temperatura. Os cabelos molhados “esfriam” a cabeça e consequentemente o corpo. Isso faz com que as defesas da mucosa respiratória fiquem prejudicadas, favorecendo a entrada e agentes agressores.
3. Arejem os ambientes coletivos e evitem aglomerações. Quem estiver dentro de transporte público pode abrir um pouco os vidros para que o ar circule com mais facilidade. Arejem o quarto das crianças pela manhã e antes de dormir. Evitem elevadores cheios. Certifiquem-se, enfim, de que seus pequenos estão respirando o ar mais “puro” que puderem.
 16
Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar (CRM 48084-SP) é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.