/

Três alimentos que devem ser evitados na alimentação dos  bebês.

Cada bebê tem sua rotina de desmame e sua própria realidade de vida. Há os que ficam em casa, os que vão para o berçário ou creche ou escolinhas, e há os que ficam um período do dia em cada lugar. Tudo certo. As famílias se organizam da melhor forma possível quando a licença gestação acaba e muitas mães devem voltar a trabalhar.

Por isso, a fase de introdução alimentar gera muitas dúvidas. Quais alimentos podem e devem ser dados para os pequenos, e quais os que são contraindicados?

Importante saber que, como cada bebê tem uma rotina, pediatras e nutricionistas fazem adequações individuais para cada um.

Mas, de uma forma geral, há 3 grupos de alimentos que devem ser evitados para os pequenos com menos de 2 anos de idade:

  1. Açúcar em excesso. Vejam bem: não vivemos sem o açúcar. A glicose, que é a molécula em que o açúcar se transforma na digestão, é o nutriente essencial do cérebro e de nossas células. Quando a glicose no sangue baixa, temos os conhecidos sintomas de hipoglicemia: tontura, suor frio, enjoo e até desmaio. O açúcar, portanto, é essencial. Ingerimos açúcar de variadas formas. Bebês também. Os leites  tem o próprio açúcar ( a lactose), as frutas (a frutose) e alimentos como macarrão, arroz e outros. Tudo isso já faz parte da rotina alimentar do bebê e é suficiente para suprir suas necessidades de açúcar. Por isso, devemos evitar o excesso, que pode estar contido em doces ou em adições extras nos produtos a serem oferecidos para os pequenos.
  1. Frituras. O leite materno, as fórmulas infantis, azeite e óleos vegetais tem o que chamamos gordura do bem. Estas  gorduras são uma importante fonte de energia para o organismo. No entanto, quando fritamos os alimentos, isto é, quando os aquecemos em altas temperaturas, a gordura se transforma em gordura “do mal” que pode prejudicar nossos pequenos no presente, exigindo muito da sua capacidade  de digestão, e  no futuro, levando a problemas cardiovasculares e/ou obesidade. Portanto, procure evitar alimentos fritos como coxinhas, pastéis, batatas, croquetes ou pizzas, por exemplo. São gostosos, mas não fazem bem para os pequenos.
  1. Frutos do mar. Peixes estão liberados no cardápio. São alimentos saudáveis e contém nutrientes importantes para todos. Inclusive para os pequenos bebês. No entanto,  os frutos do mar, isto é:  lula, camarão, marisco ou ostra, por exemplo, devem ser evitados. Podem causar quadros alérgicos nos pequenos e, além do mais, são alimentos que se deterioram rapidamente, podendo causar graves intoxicações alimentares nos nossos pequenos.

Adquirimos bons hábitos alimentares na infância. Por isso, quanto antes começarmos, melhor!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.