/

Tosse: faz bem ou faz mal?

Tossir faz bem para a saúde? Expulsa as secreções?

Tossir faz mal para a saúde?

Depende do tipo de tosse.  Os dois mais comuns, nos extremos do espectro, são: de um lado, a tosse que tem muita secreção, com catarro, que é chamada de produtiva, e que por vezes até induz ao vômito de tanta secreção; e do outro lado a tosse seca, irritativa, que não tem secreção, que “arranha” a garganta e que muitas vezes é bem alta, estridulosa, barulhenta, que lembra a tosse de cachorro.

Assim, a tosse com catarro indica que há secreção nas vias respiratórias. Estas secreções podem ser provenientes de um processo infeccioso como bronquite, sinusite ou pneumonia, por exemplo. Por isso, esta tosse é do “bem”. Isso significa que é bom tossir para expelir estas secreções que não se devem acumular nas vias respiratórias. Esta tosse não deve ser inibida sob nenhuma hipótese. Deve-se tossir e para ajudar a eliminação das secreções, pode haver a orientação médica de alguns medicamentos mucolíticos que, como o próprio nome indica, ajudam a deixar as secreções menos “pegajosas”, mais fluidificadas e, portanto, mais fáceis de ser eliminadas pela tosse.

Já a tosse seca, irritativa, sem secreção, pode indicar um processo alérgico nas vias respiratórias. Este processo pode ser intenso a ponto de produzir edema ou inchaço na mucosa, aumentando ainda mais o vigor da tosse. Os músculos que nos fazem tossir ficam doídos de tanto que “trabalham”. Ninguém dorme na casa. O dia seguinte fica complicado para todos; crianças sonolentas e exaustas, pais com olheiras e sem forças para o trabalho. Claro que este tipo de tosse, que chamamos de não produtiva, pode ser controlada com a indicação médica de produtos específicos.

A tosse pode ser mocinha ou vilã. O tratamento deve ter a orientação médica, uma vez que a automedicação pode também ser mocinha ou vilã para sua saúde.

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar (CRM 48084 | RQE 88268) é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.

Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar nosso site, você consente com todos os cookies de acordo com nossa Política de Cookies. Saiba mais