/

Soja pode dar câncer de mama ou de próstata?

Muitas pessoas tem essa dúvida, não é mesmo?

O Câncer de Mama em mulheres e o Câncer de Próstata em homens tem preocupado muito os profissionais de saúde atualmente, dada à sua importante freqüência na população. Por isso os exames para diagnóstico precoce devem ser cada vez mais divulgados e realizados por todos.

No entanto, observamos que a incidência destes tipos de câncer – e também de cólon, no intestino – em países orientais como o Japão, por exemplo, é muito menor quando comparada aos países ocidentais. São várias as explicações para isso, e uma delas seria o maior consumo de soja pelos orientais. Isso mesmo. A soja, nestes casos, poderia proteger contra câncer de mama, de próstata e de cólon.

A soja é um alimento altamente nutritivo e um de seus componentes é a isoflavona. Um dos tipos de isoflavona, chamada genisteína teria ações anticancerígenas. Para se ter uma ideia, estudos demonstram que a quantidade média de genisteína derivada da soja consumida pelos orientais é de 28-80 mg/dia, enquanto que nos Estados Unidos as pessoas consomem mais ou menos 1-3 mg/dia. Muita diferença, não é mesmo? Soja para os orientais é como o arroz com feijão para os brasileiros.

Portanto, a soja não aumenta riscos de câncer de mama ou de próstata. Ao contrário, parece até ter um efeito de proteção contra estas doenças, desde que, como apontam os estudos, seja consumida regularmente desde os primeiros anos de vida e em quantidades adequadas.

A informação é sempre a melhor opção para tomarmos as melhores decisões na vida!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.