/

Qual a diferença entre garganta inflamada e refluxo?

Muitas crianças quando vão ao pediatra com tosse recebem o diagnóstico de refluxo. Outras com dor de garganta também. Quem fica com o peito chiando acha que tem bronquite ou asma, mas o responsável por isso também pode ser o…refluxo!

Afinal de contas, quais são os sintomas do refluxo gastroesofágico? E por que pode dar sintomas tão diferentes?

Muitos bebês recebem o diagnóstico de refluxo gastroesofágico. O que é o refluxo? O refluxo acontece quando o conteúdo do estômago sobe, na “contramão”,  de volta para o esôfago.

Nos pequenos, isso acontece por uma imaturidade de uma espécie de “válvula” que fica entre o estômago e o esôfago. Quando essa “válvula” não funciona direito o conteúdo do estômago “escapa” para cima. O problema é que no estômago há muitos “ácidos” no suco digestivo. Resultado: o conteúdo do estômago que sobe com estes ácidos pode “queimar” o esôfago dando dor e desconforto. É o que chamamos de esofagite de refluxo. Por isso os bebês que tem refluxo choram muito.

O refluxo pode ter várias intensidades. Pode subir só um pouco ou pode chegar até a garganta. Quando chega na garganta, pode dar dor. Por isso o refluxo pode ser a causa de dor de garganta. Pode subir também o suficiente para “escorregar” para as  vias respiratórias, dando o chiado no peito. Eis porque o refluxo pode ser responsável por tanto sinais e sintomas diferentes, inclusive dor de garganta.

Só o pediatra, quando examina as crianças, é que pode dizer se o refluxo é o responsável por cada um destes sintomas.

Nunca se automedique!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.