/

O que é a pressão alta?

1. O que significa estar com a pressão alta?

Estar com a pressão alta significa que o sangue está fluindo com muita pressão nas artérias. Como se fosse uma mangueira com água correndo com muita força lá dentro. O problema é que quando isto acontece, as células não são nutridas direito e os vasos também são danificados. Se a pressão aumenta demais pode ocorrer um acidente vascular. É o que conhecemos como derrame no cérebro ou infarto quando é no coração. Por isso é importantíssimo medir sempre a pressão porque normalmente não há sinais que indicam que ela está alta. É um problema silencioso.

2. Qual a medida normal da pressão?

A pressão normal é aquela que está abaixo de 120 por 80 ou 12 por 8 — é a mesma coisa. A pressão começa a ficar alta quando está acima de 13 por 8,5 . Está com pressão alta quem tem a medida acima de 14 por 9. Mas veja bem: a pressão deve ser medida direitinho, com um aparelho calibrado e confiável, por pessoas habilitadas. Uma vez identificado o sintoma procure o médico para saber qual deve ser o tratamento. Nunca se automedique. O remédio que funciona para uma pessoa pode ser um desastre para outra.

3. Quais os fatores de risco da pressão alta? Quais as dicas para evitar?

Há como evitar a pressão alta evitando fatores de risco que a provocam. São eles:

– Consumo excessivo de sal. O sal é um dos fatores que contribuem muito para aumentar a pressão. Por isso, comer pouco sal é importantíssimo. E uma dica importante: acostumamos com o gosto de sal desde pequenos. Por isso, habitue seus filhos desde pequenininhos a uma alimentação com pouco sal. E não deixe o saleiro em cima da mesa.

– Obesidade: os obesos tem maior risco para hipertensão. Por isso, controle o peso e tenha uma alimentação saudável.

– Sedentarismo: pessoas que não fazem atividade física tem risco muito maior de hipertensão. Faça exercícios regularmente. Se você tem preguiça ou não gosta ou não tem oportunidade… a dica é andar. Saia de casa e ande todos os dias por trinta minutos. Isso já ajuda muito.

– Fumar. Cigarro é realmente um dos fatores que contribuem para a hipertensão. Parar de fumar é a única solução. Difícil, mas nunca impossível.

– Hereditariedade. Pessoas que tem familiares hipertensos tem maior probabilidade. Como não dá para trocar de família a dica neste caso é fácil, mude o que dá para mudar: coma de forma saudável, coloque o mínimo de sal na alimentação, não fume e pratique regularmente exercícios físicos. Com isso, você estará fazendo tudo o que é possível para não ter a SUA pressão alta.

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.