/

Por que soluçamos?

Vejam como é fácil entender. Acima do estômago e abaixo dos pulmões localiza-se um músculo importante que nos ajuda a respirar: o diafragma. O soluço ocorre quando uma contração involuntária do diafragma inesperadamente “puxa” os pulmões para baixo, fazendo-os se encherem repentinamente de ar. O ar entra em turbilhão nos pulmões e a glote (uma “porta” na entrada das vias respiratórias) se fecha instantaneamente para não deixar mais ar entrar. Quando a glote se fecha produz aquele som característico (HIC!!!). Exatamente como a porta de um quarto que bate com o vento. Isto é o soluço.

 

Mas afinal o que provoca o soluço? O que faz o diafragma se contrair repentinamente?

O soluço pode ocorrer quando o estômago se enche de ar de repente. Por exemplo, quando tomamos bebidas gasosas como refrigerantes ou água com gás. Comer muito rápido ou ficar muito tempo sem comer e depois encher o estômago também pode causar soluço. Bebidas alcoólicas, pratos quentes ou alimentos muito condimentados também levam algumas pessoas a soluçar. Outras causas comuns: tossir, rir bastante, ansiedade, estresse,choro compulsivo ou falar demais.

Soluçar por um período curto de tempo não faz nenhum mal para a saúde, embora seja bastante desconfortável.

O soluço só passa a ser mais grave quando persiste por um longo período de tempo ou quando vai e volta com muita frequência. Nestes casos deve-se investigar outras causas como doenças no sistema nervoso central, doenças metabólicas ou psicoemocionais.

O que fazer para parar de soluçar?

A maioria das pessoas toma água e espera um pouco. Isso ajuda bastante. Outra dica boa é prender a respiração por alguns segundos. Estas manobras tem como objetivo “sossegar” o diafragma e inibir as contrações involuntárias. São as mais eficazes. Beber água deitado, ficar de ponta cabeça, levar um susto ou sentir cócegas são condutas controversas e não comprovadas. O princípio básico é fazer o diafragma não se contrair repentinamente.

Isso aí!! Saiba mais sobre seu organismo e viva melhor!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.