/

Podemos tirar a cutícula?

Quem não gosta de ver as unhas dos pés e das mãos bonitas? Esmaltes das mais variadas cores completam o visual e às vezes até refletem nosso humor: vermelho, preto, verde ou… um rosa básico! Mas o mais importante é garantir a saúde das unhas. E sabe quem nos ajuda nesta tarefa? A cutícula!!

Entenda: a cutícula é uma pele que recobre e protege toda a base da unha, impedindo a entrada de bactérias e fungos. É o nosso “escudo” protetor de mãos e pés. Pense bem: nossas mãos estão em contato com o mundo. Com elas mexemos em tudo! Na casa, no jardim, no banheiro! E para limpar, o que usamos? As mãos!!

Nosso pés também “andam” por locais muito contaminados, como a rua, por exemplo, principalmente se estivermos de sandálias ou descalços. E mesmo com sapatos e meias, o calor abafado pode ser um ambiente propício ao crescimento de fungos.

Para nos defender, a incrível máquina do corpo humano tem uma arma sutil e eficiente, a cutícula! Por isso é que quando a retiramos, ela cresce novamente. Muitas vezes mais espessa e robusta. É a força do organismo que insiste em nos proteger.

O ideal, portanto, seria não retirá-la. Se você tira e decidir parar imediatamente, a cutícula vai crescer grossa mas após aproximadamente 30 dias ela voltara à espessura normal. Aí será uma questão de tempo se acostumar com o seu novo “visual” perfeito: unhas pintadas, bonitas, saudáveis e com a defesa intacta!

Porém, se você optar por retirar a sua cutícula, seja das mãos ou dos pés, então tome todos os cuidados. Procure sempre um profissional habilitado, utilize seus próprios instrumentos e certifique-se de que estão corretamente esterilizados. Se perceber qualquer sinal de inflamação, procure um médico para orientar o tratamento.

Unhas efetivamente bonitas são unhas reconhecidamente saudáveis!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.