/

O quê os bebês podem comer no  Natal?

É uma época de festas. As casas estão iluminadas, as árvores já estão cheia de bolinhas coloridas, os supermercados estão lotados. Todos comprando tudo o que é necessário para a ceia de Natal. E para o almoço do dia 25.

É uma época em que os regimes alimentares dão uma trégua. Quem consegue se controlar ao sentir o cheiro delicioso dos quitutes natalinos cuidadosamente preparados? E os doces? Nossa! Impossível resistir.

Comemos com gosto e demonstramos claramente nossa satisfação quando sentimos o paladar de  algo maravilhoso e  deixamos  escapar um “hmmmmmm que delícia!!!”.

Importante lembrar que as crianças participam conosco destes momentos, atentos a tudo o que se passa. Inclusive os mais pequenos. Veem nossa satisfação e…ato contínuo, demonstram vontade de querer comer o que estamos comendo.

A partir de 6 meses, os bebês já tem condições de se alimentar com outras fontes de nutrientes. Conforme crescem, ampliam-se as possibilidades alimentares. Os que estão perto de 1 ano de idade já tem uma possibilidade de cardápio bastante variada.

Por isso…nas festas de Natal, por exemplo, quando os pequenos nos ouvem deliciar com algum alimento, é absolutamente natural que queiram experimentar.

Ai vem a dúvida: “será que posso dar?”

No Natal, tudo é diferente! Com bom senso e equilíbrio, é claro, você pode deixar seu pequeno experimentar algumas guloseimas, apropriadas para crianças, claro, e desde que ele não tenha nenhuma restrição alimentar.

É um momento de exceção. Vale para nós, pode também valer para eles. Estes momentos mágicos com família e amigos fazem a vida ser mais gostosa.

Com responsabilidade, equilíbrio e bom senso, tudo fica melhor!

 

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.