/

O que é frieira?

Verão, dias de muito calor! Para manter a temperatura do corpo relativamente constante, abrimos os poros e transpiramos mais. E nós temos poros em todas as partes do corpo, inclusive nos pés! Quem pode, passa o dia de sandálias ou chinelos, aí o suor evapora imediatamente. Já quem não pode e usa sapato fechado acaba tendo mais chance de ter frieira. Por isso a freira é também conhecida como “pé de atleta”, pois quem pratica esportes sua mais e geralmente está com meias grossas e tênis fechado.

Mas por que a frieira ocorre?

Entenda: a frieira é um tipo de micose. E a micose, por sua vez, é uma infecção causada por fungos. Os fungos são agentes infecciosos que gostam de um ambiente muito úmido e quente para se proliferar. Por isso a frieira aparece quando não enxugamos bem entre os dedos dos pés ou suamos mais que o normal. As meias, tênis e sapatos fechados fazem o resto do trabalho deixando o ambiente nas condições ideais para os fungos.

O resultado é uma lesão que começa como um “corte” bem pequenino, geralmente entre os dedos dos pés. Dói e incomoda. Se não for tratado, pode aumentar de tamanho, causando bastante desconforto. E o pior, geralmente coça!

A frieira é contagiosa. Pode ser transmitida para outras pessoas, principalmente se pisarmos descalços no chão molhado que estiver contaminado. Por isso, use sempre chinelos em vestiários, clubes e banheiros públicos.

O tratamento é eficaz e geralmente é feito a base de pomadas antifúngicas. Lembre-se, porém, que só o médico pode orientar.

Duas boas dicas para evitar frieiras: seque bem e areje seus pés, sempre que possível. Cuidado por onde e como você pisa por ai!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar (CRM 48084 | RQE 88268) é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.