/

É normal ficar triste no Natal? Como lidar?

Você já se sentiu triste no Natal?

Compras que não acabam mais. Presentes para as crianças, família, amigos (secretos) e os de verdade, arrumação de árvores, bolas, luzinhas, enfeites e preparo de todas as comidas para os encontros que acontecem. Uma correria que não acaba mais. Melhor dizendo, acaba!! No dia 24 de dezembro à noite, quando finalmente chega o momento de usufruir de tudo o que se planejou e que foi feito. UFA!

Muitos ficam ansiosos e só relaxam quando avaliam que tudo deu certo: todos se divertiram, a festa foi um sucesso e o peru estava uma delícia. As crianças em geral adoram e não veem a hora de abrir os presentes. Tudo certo.

Mas tem os que não se divertem. Ao contrário, sentem uma certa nostalgia e até tristeza com a confusão do final do ano. Por várias razões. Cada um tem a sua. Final de ano é final de um ciclo e isso pode gerar uma certa reflexão sobre a própria vida, sobre a sensação ou não de felicidade, sobre planos não cumpridos, metas não realizadas, sonhos impossíveis deixados no passado, romances e paixões que se acabaram… Ou, muito mais comum, pensamos nas pessoas queridas que não estão mais entre nós. E claro, há muitos outros motivos para que algumas pessoas, nos momentos em que se celebra o final do ano, sintam-se tristes por dentro.

Primeiro é importante saber: isso é normal. Respeite seu sentimento, simplesmente isso! Procure entender porque veio à tona esta sensação. Compreender pode ajudar. Afinal, crescemos quando nos entendemos melhor.

Não tome a alegria como uma obrigação de fim de ano. Entenda a vida como um ciclo, um ato mágico, cheio de cores diferentes em que tudo faz parte e que é este todo que faz a vida valer à pena. E aí, sim, tenha um Feliz Natal !!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.