/

Meus filhos estão de férias e eu não… o que fazer?

Parta do princípio que crianças precisam gastar energia. Correr, brincar, explorar ambientes novos ou conquistar novas habilidades, como, por exemplo, subir em uma árvore. De preferência com amigos da mesma idade!

Durante o período de aulas, as escolas preenchem estas necessidades ensinado e criando novas oportunidades de conquistas motoras e desafios cognitivos. As crianças aprendem a viver e a conviver com outras crianças, em um jogo de ensinamentos, de respeito ao outro e aos outros, que servirá para a vida inteira. Mas nem sempre dá para conciliar as férias escolares com o trabalho dos pais.

Assim, de repente, pais se deparam com seus filhos em casa, com a “bateria” carregada de energia precisando ser liberada. E o seu chefe está te exigindo trabalho no dia seguinte. O que fazer? Há que ser criativo (a) e imaginar soluções.

Aqui vão algumas dicas:

– Tente fazer antecipadamente uma programação dos próximos dias. Imagine-se como um(a) “guia de turismo” que precisa planejar as atividades para um grupo de pessoas. Coloque as opções possíveis e, junto com as crianças, defina a programação de cada dia. Crianças gostam quando sabem o que ou onde irão no dia seguinte. Curtem com antecedência e respeitam o que foi combinado.

– Tome atitudes que podem ajudar a caracterizar um período de férias. Por exemplo, mude temporariamente alguns hábitos de alimentação. Leve as crianças no supermercado e dentro de outras opções gostosas e saudáveis, defina com elas o que querem comer no café da manhã, almoço e jantar. Seja mais flexível, saia da rotina e deixe claro que isso só é possível no período de férias.

– Mude também, temporariamente, um dos ambientes da casa. Crie um espaço novo para as crianças poderem brincar. Pode ser até na sala de visitas! Chegue os móveis para o lado e use a criatividade e imaginação. Combine que vale só durante as férias, claro!

– Veja quem está disponível para fazer passeios – de preferência ao ar livre, em parques, por exemplo- ou receber as crianças para que elas saiam um pouco de casa. Converse com avós, tios ou pais dos amigos.

E quando chegar em casa, esqueça o cansaço do dia de trabalho. Entre no clima e aproveite as férias com eles, o máximo que puder!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.