/

Meu filho pode usar andador de empurrar?

Os andadores tradicionais, isto é, aqueles cheios de rodinhas, em que se coloca a criança dentro para que ela fique na posição ereta e  uns toquinhos dos pés no chão a façam deslizar pela casa, estão formalmente contraindicados em várias regiões do mundo todo. Inclusive no Brasil. Este tipo de andador pode ser perigoso.

Uma das razões pelas quais se proibiu este tipo de andador deve-se ao fato de que o seu uso pode atrapalhar o aprendizado da criança para dar os primeiros passos. Isso mesmo. Na realidade, estes andadores podem atrasar os primeiros passinhos. Para as crianças andarem, tem que movimentar os pés, dar um impulso com o próprio corpo e se equilibrar no movimento. Os andadores atrapalham e confundem. Eles não deixam que a criança se equilibre sozinha. E nem fazem com que elas mexam os pezinhos corretamente.

Além disso, as crianças podem cair e se machucar seriamente. Há casos de crianças que rolaram escadas com estes andadores.

E os andadores de empurrar? Pode ser. São aqueles que parecem uns carrinhos de supermercado, em que as crianças tem que dar os próprios passos sozinhas, sustentando o peso do corpo nas próprias perninhas. Não causam acidentes sérios. No entanto, pequenos “tombinhos” são inevitáveis. Por isso, é sempre aconselhável que os pais fiquem supervisionando os pequenos quando estão com estes andadores.

Pais querem sempre ajudar não apenas os primeiros, mas todos os passos que os filhos darão na vida. Não é mesmo?

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.