/

Meu filho não dorme

Para saber, se a criança dorme o suficiente observa se ela fica animada e disposta durante o dia. O tempo de sono varia muito dos 3 meses aos dois anos de idade. Mesmo assim, alguns pais constatam que o filho não dorme.

Se a rotina e a higiene do sono são feitas e mesmo assim, a criança ou a família não conseguem uma noite tranquila de sono, é preciso procurar ajuda. O pediatra pode ajudar bastante. Inclusive avaliando fisicamente a criança, pois problemas respiratórios, alergias e outras doenças podem interferir.

Eliminadas as causas físicas há que se investigar as comportamentais. Há vários livros e métodos que se baseiam na teoria “deixa chorar”. Isto pode ser aplicado e funciona em perfis muito específicos de família. Mas há outros caminhos. Psicólogos e outros especialistas habilitados podem ajudar na construção de uma nova dinâmica familiar, especialmente nas casas em que os pais dividem a cama com os filhos.

Todos precisam dormir bem, tanto as crianças quanto o pai e a mãe, que geralmente é mais sobrecarregada. Noites mal dormidas podem gerar a curto e médio prazo estresse e até depressão. Isto interfere diretamente na qualidade de vida da família, podendo afetar o vínculo afetivo e até o desenvolvimento da criança.

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.