/

Meu filho está com anemia. E agora?

Há várias causas de anemia e a mais frequente é a por deficiência de ferro, que é uma substância essencial para formar os glóbulos vermelhos. Vejam como o corpo é uma máquina fantástica: os glóbulos vermelhos transportam o oxigênio para todos os órgãos. Se nossa alimentação é pobre em alimentos com ferro, não vamos produzir glóbulos vermelhos e sem eles, o oxigênio não chega aos órgãos. Aí a pessoa fica pálida e começa a sentir um cansaço e um desânimo sem fim. O sistema imune também começa a falhar e a possibilidade de ficar doente e pegar infecções aumenta muito.

Em crianças e adolescentes a necessidade de ferro é maior, pois eles estão crescendo depressa.

Atenção: muitas crianças pequenas comem bem e mesmo assim tem anemia, pois faltam alguns nutrientes nas refeições.

O ferro está disponível em vários alimentos, especialmente nas folhas escuras como espinafre, couve, rúcula, agrião e brócolis. E ainda tem outras fontes de ferro: feijão, beterraba, gema de ovo, lentilha, fígado de boi, carne e peixe. A carne vermelha, especialmente, é uma excelente fonte de ferro.

Importante saber que o leite de vaca integral tem uma quantidade de ferro que não supre as necessidades dos bebês ou das crianças. Por isso é que as fórmulas infantis, cuja base é o leite da vaca, são acrescidas de ferro. O leite materno, como sempre, tem a quantidade de ferro adequada para o crescimento do bebê.

Varie o cardápio do seu filho. Pense em composições de alimentos que contenham ferro. Há muitas opções disponíveis para você fazer seu pequeno crescer forte e sem anemia!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar (CRM 48084 | RQE 88268) é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.