/

O que é o exame de Papanicolau?

Vamos entender: o útero tem o formato de uma pera. Vire uma pera de cabeça para baixo e coloque-a na região do seu umbigo. Pronto!! É mais ou menos aí que ele está localizado. Agora, observe a parte da pera que tem o “cabinho”. Esta parte seria equivalente ao colo do útero. O exame de Papanicolau é realizado nesta região. O médico introduz uma espátula no canal vaginal e retira células do útero, exatamente nesta região do colo uterino. Quem já fez sabe que é um exame que incomoda um pouco, mas não dói.

Estas células são examinadas e a partir delas temos muitas informações valiosas sobre a saúde da mulher. Ficamos sabendo, por exemplo, se há alguma infecção por vírus como papilomavírus, herpes ou por alguns tipos de fungos e – o mais importante – se há células sugestivas de câncer. É fundamental lembrar que muitas destas doenças são silenciosas, isto é, nem sempre apresentam sintomas clínicos quando começam. E a chance de cura aumenta muito quando o diagnóstico e tratamento começam logo. Por isso, o Papanicolau é um exame que deve ser realizado por todas as mulheres.

Qual a melhor época para fazer este exame?

Após o início da vida sexual, todas as mulheres devem realizar este exame ao menos, uma vez por ano. Independentemente da idade. Mas mesmo quem não tem vida sexual ativa deve realizar o Papanicolau. E só o médico é que pode interpretar direitinho o resultado.

Lembre-se sempre: nem todas as doenças sérias tem sintomas clínicos evidentes e claros no início. Por isso, a detecção rápida é sempre a melhor maneira de garantir saúde.

Cuide-se sempre! Com certeza você merece!

Publicado por Dra Adriana Grandesso Pompeo de Camargo.
Doutora Adriana Grandesso Pompeo de Camargo (CRM 115.771-SP) é médica graduada pela Unicamp. Obteve Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, em 2007, pela Unicamp.