10/04/2018 15:43h

Três dicas para estimular o desenvolvimento cerebral das crianças até 5 anos.

Os primeiros 5 anos de vida são essenciais para o desenvolvimento do cérebro. Por isso, devemos cuidar muito deste período “de ouro” do desenvolvimento humano. Vamos a 3 dicas para ajudar nossos pequenos a terem um sistema nervoso apto e preparado para a vida.

  1. Vínculos afetivos. Crianças precisam – além dos cuidados rotineiros de higiene e nutrição- de carinho, aconchego, proteção e amor. Os vínculos afetivos que estabelecem com os adultos cuidadores, são essenciais para o seu desenvolvimento cerebral. Isso é importante a vida toda, mas é essencial nos 5 primeiros anos de vida. Graças a este vínculo afetivo as crianças são capazes de formar novas e sólidas conexões entre os seus neurônios, garantindo uma “rede” estruturada que lhes permitirá aprender tudo que necessitam para a vida.
  1. Nutrição saudável. É importante que as crianças recebam todo o aporte de nutrientes que garantirão seu crescimento e desenvolvimento. Nem sempre a dieta dos dias atuais consegue suprir as necessidades de nutrientes como cálcio, ferro, zinco, selênio, iodo, vitaminas, DHA e colina. Estes nutrientes são chamados de ‘neuronutrientes’ pois são importantes para o sistema nervoso central. Os compostos lácteos, que são formulações que tem como base a proteína do leite de vaca, são acrescidos destes neuronutrientes que ajudam o desenvolvimento do cérebro.
  1. Brincar. Crianças precisam ter tempo livre para brincar. As brincadeiras estimulam a imaginação infantil, o que é essencial para que novas conexões cerebrais aconteçam ou se solidifiquem. Crianças que brincam, que ouvem histórias, que tem uma atividade física saudável e adequada para sua idade tem maior chance de se tornarem adultos mais aptos a enfrentar dificuldades que certamente ocorrerão ao longo da vida.
Dra Ana Escobar

Dra Ana Escobar

Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria. Atualmente, é coordenadora da Disciplina de Pediatria Preventiva e Social desse mesmo departamento. Ainda na área educacional, é responsável pelas disciplinas de graduação e pós graduação sensu lato e sensu stricto da Faculdade de Medicina da USP.
Dra Ana Escobar

Últimos posts por Dra Ana Escobar (exibir todos)