23/02/2019 19:36h

Dá para perceber os sinais de anemia?

Não vivemos sem oxigênio. Basta ficar 3 minutos sem oxigênio para que nossas células morram. Os glóbulos vermelhos, chamados de hemácias, são as células do sangue que levam o oxigênio do pulmão até as células. Exatamente como se fossem pequenos “caminhões de carga”, que “pegam” o oxigênio no pulmão e o transportam pela corrente sanguínea até o o destino final, que é a célula.

Há vários tipos de anemia.

A anemia por falta de ferro é uma das mais comuns. Entenda: o ferro é fundamental para a formação do glóbulo vermelho. Se não o ingerimos em quantidade suficiente, os glóbulos ficam mal formados, pequenos e em número insuficiente para transportar o oxigênio para os tecidos e órgãos. Como se os pequenos “caminhões de carga” estivessem quebrados, mal formados, em uma quantidade menor que a necessária. Resultado: o oxigênio não tem como chegar às células. Por isso dois sinais bem evidentes de anemia são fraqueza e cansaço.

Outros sintomas são: falta de apetite, palidez, dificuldade para aprender coisas novas, falta de concentração ou preguiça para tudo. Crianças podem ter baixo rendimento escolar. A palma das mãos e as mucosas ficam mais esbranquiçadas. Um bom lugar para observar é o olho. Abaixe a pálpebra inferior e observe aquela parte que normalmente é vermelhinha, cheia de vasos sanguíneos. Esta região fica mais esbranquiçada em quem tem anemia. Um exame de sangue bem simples, chamado hemograma, confirma o diagnóstico.

O ferro é o “combustível” dos glóbulos vermelhos. Abasteça-se sempre de verduras verdes, carnes ou peixes, que são excelentes fontes deste nutriente essencial à vida.

Dra Ana Escobar

Dra Ana Escobar

Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria. Atualmente, é coordenadora da Disciplina de Pediatria Preventiva e Social desse mesmo departamento. Ainda na área educacional, é responsável pelas disciplinas de graduação e pós graduação sensu lato e sensu stricto da Faculdade de Medicina da USP.
Dra Ana Escobar

Últimos posts por Dra Ana Escobar (exibir todos)