24/03/2019 17:00h

Três dicas para ser mais tolerante:

1. Você não é o dono da verdade

Ninguém é. Em discussões, algumas vezes podemos estar com a razão, outras não. Por isso, deixe o outro falar e escute com atenção. Quanto mais ouvimos, com mais clareza podemos contrapor argumentos. E se você percebeu que está errado, admita imediatamente. Isso é um sinal de maturidade intelectual.

2. Respeite posições diferentes da sua

O seu time de futebol definitivamente não é sempre o melhor do mundo e as pessoas tem o sagrado direito de torcer para outro time. O mesmo vale para posições políticas ou religiosas. Exercite a capacidade de compreender e entender que as pessoas tem o direito à liberdade de expressão e que podem fazer escolhas diversas, sem que isso as desmereça ou diminua o valor.

3. Conheça culturas diferentes

Procure entender como pensam, vivem e quais os costumes de pessoas de outros continentes. Uma festa de casamento, por exemplo. Em cada local há um ritual próprio, que obedece a uma tradição e cultura específica. Quanto mais amplo é o conhecimento, maior é a capacidade de aceitação das diferenças.

A intolerância limita o pensamento e as atitudes humanas. Quem é intolerante não aceita a pluralidade de ideias, ideais e posições que nos fazem crescer.

Siga as dicas para ser mais tolerante, e viva melhor com todos!

Dra Ana Escobar

Dra Ana Escobar

Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria. Atualmente, é coordenadora da Disciplina de Pediatria Preventiva e Social desse mesmo departamento. Ainda na área educacional, é responsável pelas disciplinas de graduação e pós graduação sensu lato e sensu stricto da Faculdade de Medicina da USP.
Dra Ana Escobar

Últimos posts por Dra Ana Escobar (exibir todos)