/

Devo usar sabonete íntimo?

A vagina da mulher tem uma flora composta por microrganismos que ficam ali para proteger a mucosa de infecções. Os sabonetes íntimos foram projetados para manter esta flora protegida.

Entenda: para que possam sobreviver, os microrganismos que normalmente habitam a mucosa vaginal precisam de um pH ácido. O sabonete íntimo é fabricado com o pH muito mais ácido (entre 4 e 5) que o sabonetes comuns (entre 9 e 10). Isso faz com que a flora vaginal natural encontre um ambiente mais propício e mantenha sua ação protetora.

Há controvérsias sobre o uso do sabonete íntimo?

Sim. Alguns especialistas os recomendam, enquanto outros são contra.

Por que isso acontece?

Os que são contra alegam que a vagina não necessita de nenhum tipo de sabonete e que apenas a higiene da região da vulva deve ser realizada. Já os que defendem afirmam que os sabonetes íntimos podem ser utilizados para lavar tanto a vulva como a vagina, mantendo a proteção natural. Por isso, deveriam ser recomendados.

Os dois lados concordam em uma coisa: manter a higiene íntima é muito importante. Utilize um produto que dê conforto e não cause reações alérgicas. E se você escolher sabonetes comuns, limpe-se apenas externamente para que não haja interferência no pH da vagina.

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.