/

Cuidados na amamentação do bebê

Os bebês nascem mamando pouco e devagar. Isto dá oportunidade para que mãe e filho se ajeitem e se conheçam até encontrar o ritmo individual. O que muda muito em cada caso.

Não se imponha regras nem horários. Aos poucos, o tempo e a rotina das mamadas vão se organizando. Não se cobre ter leite abundante desde os primeiros momentos. Não exija que você esteja sempre disposta e feliz (mesmo sem dormir direito). É muito natural ter dúvidas e inseguranças especialmente neste período em que os seus hormônios estão se reorganizando e as emoções ficam à flor da pele. O importante é que o bebê ganhe peso progressivamente. Geralmente, após o décimo dia de vida, o bebê ganha 30 gramas por dia. É normal que depois do nascimento, a criança perca 10% do peso. Isto ocorre porque os bebês nascem com um pouco de água a mais e este excesso é liberado.

O local para amamentar deve ser o mais aconchegante possível. No quarto pode ter uma poltrona confortável que permita a mãe descansar enquanto amamenta. Durante o dia, outros ambientes podem ser usados. Não se preocupe com os barulhos normais da casa, inclusive dos irmãos. Só cuide para que não sejam altos demais para não assustar ou atrapalhar o bebê. Cante, converse… ao reconhecer a voz da mãe os bebês se acalmam. Durante a noite, o bebê deve ser amamentado no quarto, com pouca luz e em silêncio, para que entenda que é noite e volte a dormir. A mãe deve aproveitar o momento da amamentação do bebê para criar uma intimidade única com o seu filho, curtindo cada segundo e se permitindo momentos de paz.

Em média, a mamada deve durar de 20 a 40 minutos. Mas isto não é uma regra. O importante é que o bebê fique satisfeito. E isto pode variar de bebê para bebê e também de mamada para mamada. A capacidade de sucção do bebê, o tipo de bico da mãe, a quantidade de leite produzida e até se há ou não cólica são fatores que podem influenciar neste tempo.

O intervalo entre as mamadas também pode variar bastante. Em circunstâncias normais, o bebê não deve ser acordado para mamar.

Para que a amamentação do bebê seja um sucesso há duas coisas importantes: que o bebê cresça e ganhe peso e que a mãe consiga descansar. O descanso da mãe interfere diretamente na produção do leite. Por isto, é importante que a mãe fale para o pediatra caso não consiga se sentir confortável com a amamentação do bebê.

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.