/

Crianças podem ter colesterol alto?

Sim. Crianças podem ter colesterol alto e é importante que os pais saibam que isso não está relacionado ao peso da criança.

Muitos acreditam que os altos índices de colesterol no sangue é um fato que acomete mais os adultos, principalmente depois dos 50 anos.

Mas não é bem assim que acontece. Hoje, sabemos que crianças pequenas já podem ter níveis de colesterol ruim aumentados. E isso é um problema grave, uma vez que este colesterol pode ir se depositando progressivamente e sem sinais clínicos nas artérias mais importantes do corpo. Resultado: quando chegam por volta dos 40 anos, ou antes, estas pessoas podem sofrer um infarto fulminante.

Por isso é fundamental saber se as crianças tem ou não o colesterol alto (condição conhecida como hipercolesterolemia). Independentemente do peso. Isso mesmo. Crianças obesas ou com sobrepeso podem ter colesterol normal e crianças magras podem ter níveis aumentados.

A alimentação inadequada não é a única determinante da hipercolesterolemia. Fatores genéticos e familiares também são importantes. Bebês que nascem com peso menor que 2,5Kg e tempo de gestação normal também estão no grupo de risco.

Como saber? Fazendo os exames. Recomenda-se hoje que crianças cujos pais ou avós apresentem níveis de colesterol aumentados, ou aquelas que  nasceram com baixo peso ou que  estão obesas ou com sobrepeso façam seu primeiro exame entre 2 e 5 anos de idade. Aos 10 anos, todas as crianças já devem ter realizado pelo menos um exame para verificar o colesterol.

Cuide do seu coração desde cedo. A informação correta ajuda a prevenção de doenças importantes.

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.