/

Bebidas gasosas podem dar gastrite?

Nosso organismo tem muitas defesas naturais. Nosso estômago não poderia ser diferente. Isso porque comemos alimentos que não são esterilizados, não é mesmo? Possuem normalmente vários micro-organismos.

Pense em uma maçã que você acabou de comer sem lavar. O estômago produz ácido para facilitar a digestão de alguns nutrientes e também para nos defender, uma vez que “mata” boa parte dos micro-organismos ingeridos. Quando algo nos faz mal, é porque foi “forte” o suficiente para vencer a barreira gástrica.

Imaginem, portanto, a mucosa que recobre o estômago e que está constantemente em contato com este ácido. Deve mesmo ser muito robusta, não é mesmo?

Mas em alguns casos esta mucosa pode inflamar. Isso é o que chamamos gastrite. Podem causar gastrite algumas medicações como analgésicos ou anti-inflamatórios ou a ingestão de bebidas alcoólicas, por exemplo. Consequência: a mucosa inflamada ou “machucada” fica mais sensível ao ambiente ácido. Por isso dói em queimação, principalmente na região superior do abdômen, que normalmente chamamos de “boca do estômago”. Pode também dar enjoos ou vômitos.

Há alguns alimentos que notadamente podem piorar os sintomas: cafeína, frituras, frutas ácidas, alguns temperos e bebidas gaseificadas como refrigerantes, por exemplo.

A boa notícia é que há tratamento e é muito eficaz.

Não fique “queimando” à toa. Cuide-se sempre e “esfrie” a cabeça e o corpo!

Publicado por Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria.