31/07/2017 17:49h

Pode-se ter diarreia no inverno ou é uma doença mais típica do verão?

 As gripes e resfriados andam por aí no outono e no inverno. As temperaturas mais frias obrigam todos a manterem janelas e portas mais fechadas, como os ônibus e o metrô, por exemplo, e por causa disso os ambientes ficam menos ventilados. Resultado: é mais fácil adquirir viroses.

Junte-se a isso o fato de que para muitos vírus as temperaturas mais frias favorecem sua proliferação no ambiente. Esse também é caso de alguns vírus que dão diarreia, como o Rotavírus, por exemplo. No Brasil, no entanto, o Rotavírus pode dar em qualquer fase do ano e por isso é importante nos cuidarmos sempre, inclusive no inverno.

O Rotavírus pode ser adquirido por contato direto com a fezes contaminadas. Por exemplo, quando se vai trocar a fralda de uma criança com diarreia os adultos devem ter todo o cuidado e lavar vigorosamente as mãos depois, senão partículas virais podem penetrar nas vias digestivas, no contato que chamamos fecal-oral, e causar diarreia no cuidador. Além disso, os vírus também podem ficar no ar em suspensão e penetrar no organismo quando respiramos.

Por isso, é importante ventilar o ambiente sempre: tanto no verão como no inverno.

Os primeiros sinais e sintomas são vômitos e diarreia, que podem acontecer em graus variados de intensidade. Pode também dar febre. Deve-se ficar atento quando as crianças começam com estes sintomas, pois o grande risco do Rotavírus e de outras viroses intestinais é a desidratação.

Para tentar evitar as viroses intestinais de inverno, duas medidas simples são importantes e muito eficazes: lave sempre as mãos e ventile o ambiente com bastante frequência, mesmo nos dias frios.