09/04/2019 15:22h

Qual é o melhor tipo de parto para mãe e filho?

No inicio da gestação, uma das primeira preocupações, é em relação ao melhor tipo de parto para a mãe e o bebê. Entenda:

O parto normal é o mais indicado para vocês: mamãe e bebê. O parto natural, sem anestesia, é também uma opção, mas para quem se sente preparada para tal.

Lembrem-se que a cesariana é uma cirurgia de médio porte e deve ser realizada apenas quando há indicações médicas precisas e bem definidas.

Aqui vão algumas das vantagens dos partos vaginais:

– A recuperação da mãe costuma ser mais rápida, o que a deixa mais tranquila. Isso, sem dúvida, é muito importante para uma nova fase que começa: a amamentação.

– O trabalho de parto promove a elevação dos níveis de hormônios na mãe, o que favorece a produção do colostro, que é o líquido amarelado que antecede o leite, e muito rico em anticorpos.

– Há menos dor no pós-parto. A mãe se sente melhor e mais disposta para se locomover e amamentar.

– A alta do hospital pode ser mais rápida!!!

– Há maior chance de que a mãe possa participar mais ativamente dos cuidados do filho, interagindo e construindo o vínculo com o bebê.

– Não há cicatriz aparente e visível, mesmo se houver necessidade de uma incisão cirúrgica, feita próxima ao canal vaginal, para facilitar a saída do bebê, que se chama episiotomia.

– Menor risco de infecção. Com a menor intervenção, diminui-se em até 40 vezes o risco de infecção.

– Menor risco de hemorragia.

– Não há implicações para futuros partos, como acontece em repetidas cesáreas.

– A passagem pela via vaginal favorece a saída dos líquidos pulmonares do bebê, diminuindo os riscos de problemas respiratórios nos pequenos.

– O nascimento por parto vaginal acontece no tempo certo, diminuindo consideravelmente os riscos de retirada do bebê imaturo, isto é, quando ele ainda não está pronto para nascer.

– O feto adapta-se ao mundo exterior, acomodando o seu sistema fisiológico a um novo ritmo, de maneira mais suave.

– Há menor risco de depressão pós-parto.

Por tudo isso, converse com seu médico e discuta com ele as suas possibilidades de um parto normal. Mas lembrem-se: cada gestação é uma gestação diferente e a palavra do seu médico é soberana, pois só ele pode definir, de fato, o melhor tipo de parto que é mais seguro para você e seu bebê.

Dra Ana Escobar

Dra Ana Escobar

Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria. Atualmente, é coordenadora da Disciplina de Pediatria Preventiva e Social desse mesmo departamento. Ainda na área educacional, é responsável pelas disciplinas de graduação e pós graduação sensu lato e sensu stricto da Faculdade de Medicina da USP.
Dra Ana Escobar

Últimos posts por Dra Ana Escobar (exibir todos)