/

Nariz Entupido na Gravidez: o quê pode ser?

Não se assuste! Nariz escorrendo ou entupido, sem qualquer outro sinal de resfriado ou alergia, é definitivamente uma ocorrência comum da gravidez. A condição de nariz entupido na gravidez chega a atingir até 30% das gestantes. Chama-se “rinite gestacional”, que tende a piorar no último trimestre.

Muitas mulheres começam a ficar com o nariz entupido já no segundo mês da gravidez. A boa notícia é que a sensação de estar congestionada geralmente melhora logo depois do parto e costuma ir embora de uma vez depois de 15 dias.

A culpa de tanto entupimento é dos níveis mais altos do hormônio estrogênio circulando no corpo. Este hormônio faz com que as mucosas do nariz fiquem mais inchadas. Resultado: aumenta a produção de muco. Outro fator também contribui para esse “entupimento natural”: durante a gestação, aumenta o volume de sangue circulando. Como consequência, também aumenta a quantidade de sangue que passa pelo nariz e que termina por “inchar” as veias já finas e sensíveis desta região. É exatamente por isso que as grávidas roncam mais.

Estou com o nariz entupido. Isso é, afinal de contas, rinite ou resfriado?

Se você não apresentar nenhum outro sintoma, é possível que se trate mesmo da rinite gestacional. Por outro lado, se o nariz entupido for acompanhado de espirros, tosse, dor de garganta, dor no corpo ou febre, você provavelmente está resfriada, com gripe ou com algum outro tipo de infecção.

As sinusites, por exemplo, são mais comuns na gestação e é preciso avisar o médico. Entre os sintomas estão febre, dor de cabeça ou dentro do olho, catarro amarelo ou esverdeado, pressão no rosto (que fica pior quando você põe a cabeça para baixo), dor na parte superior das mandíbulas e alteração no olfato.

No caso das alergias, além do nariz estar entupido ou escorrendo com líquido transparente e aguado, aparecem muitos espirros e coceira nos olhos, nariz, garganta e ouvidos. As alergias na gravidez são imprevisíveis e podem melhorar ou piorar por conta própria. Muitas mulheres passam a ficar alérgicas a elementos que não causavam alergia antes da gravidez como, por exempl, pó ou pelos de animais.

Nem sempre você vai conseguir descobrir a causa do nariz entupido, e às vezes terá a frustração de sofrer de mais de um mal ao mesmo tempo, como estar enfrentando uma rinite gestacional junto com alergias.

Como posso ter um pouco de alívio no nariz?

Algumas coisas que ajudam nos resfriados podem também auxiliar contra seu nariz entupido.

• Se você tiver inalador, faça inalações com soro fisiológico até três vezes ao dia, especialmente antes de dormir.
• Se não tiver inalador, encha uma bacia ou tigela com água bem quente, cubra sua cabeça com uma toalha e aproxime o nariz da superfície. Inspire e expire o ar algumas vezes.
• Tome um banho quente e, aproveitando a água mais abundante, assoe e lave bem o nariz, tentando tirar o máximo de muco para fora. Vista-se depois com calma dentro do banheiro, para aproveitar o efeito terapêutico do vapor.
• Beba bastante água.
• Durma com a cabeça elevada por um travesseiro a mais embaixo do seu.
• Use soro fisiológico e seringas sem agulhas (10ml) para lavar bem o nariz por dentro. Funciona assim: você enche a seringa de soro, vira a cabeça ligeiramente para trás e injeta, aos poucos, o soro dentro de uma narina de cada vez (use metade da seringa com soro para cada lado e repita a operação por duas vezes, ou uma seringa inteira de soro de cada lado). Depois é só cuspir pela boca o soro que desceu para a garganta. Você pode também deixar a água escorrer pela outra narina, em vez de engolir e ter que cuspir.
• Coloque um umidificador de ar no seu quarto, perto da cama. Troque a água diariamente, para não haver acúmulo de microrganismos.
• Evite ambientes onde há fatores que irritam ainda mais a mucosa nasal, como fumaça de cigarro, tinta e vapores químicos.

Fale com seu médico se a congestão estiver incomodando demais, porque ele poderá receitar algum remédio ou spray nasal que seja seguro para grávidas.

Por mais desagradável que seja esse tipo de entupimento nasal na gravidez, ele não dura para sempre e, mais importante ainda, não terá nenhum efeito prejudicial no seu filho.

Publicado por Dra Adriana Grandesso Pompeo de Camargo.
Doutora Adriana Grandesso Pompeo de Camargo (CRM 115.771-SP) é médica graduada pela Unicamp. Obteve Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, em 2007, pela Unicamp.