Os livros ajudam a estimular o desenvolvimento das crianças?
04/12/2018 18:52h

Os livros ajudam a estimular o desenvolvimento das crianças?

Anoiteceu. As crianças já jantaram e estão de pijama esperando o momento para dormir. Estes são minutos mágicos. Sim, porque pais ou cuidadores podem aproveitar este tempo para fazer uma das coisas mais importantes para o desenvolvimento infantil: LER E/OU CONTAR UMA HISTÓRIA.

Alguns pais antenados na tecnologia podem argumentar que os livros infantis foram ultrapassados pelos tablets que contem uma infinidade de cores, jogos e histórias com personagens que falam e se movimentam. Afirmam, convictos, que as crianças gostam muito mais desta forma de comunicação. Sim, é um fato. Gostam mesmo. Mas é também verdade que gostam muito mais de balas e doces do que de verduras, legumes ou frutas, não é mesmo? E nem por isso iremos atendê-las somente com o que elas preferem. certo?

Cabe, então, a pergunta: porque o hábito da leitura é tão importante?
Por muitas razões. Uma delas é porque o ato de ler e/ou de contar uma história para crianças promove e estimula uma das capacidades humanas mais importantes para preparar os pequenos para a vida: a IMAGINAÇÃO. Isso mesmo. Quando se conta ou se lê uma história, a criança passa instantaneamente a imaginar os personagens e as cenas relatadas, construindo com seu pensamento mágico um filme único. Cada criança que escuta uma história cria, em sua cabeça um enredo próprio. Isso é muito importante para o desenvolvimento cognitivo pois estimula áreas específicas do cérebro.

Além disso, quando pais ou cuidadores contam ou lêem a história, passam a fazer parte presencialmente deste mundo imaginário, criando um vínculo essencial para a formação mental das crianças. Isso é muito importante.

Claro que ver os personagens de uma história em um filme seja no cinema, na TV ou no computador também é interessante. As crianças adoram e vivem emoções importantes. Mas o fato do lobo mau ou da bruxa, por exemplo, já terem suas caras, vozes e cores já entrega “pronto” o que a imaginação teria um potencial infinito para criar.

Se eu descrever aqui para vocês que a bruxa tem uma roupa preta, rasgada, raspando pelo chão, com um chapéu roxo enorme, dedos compridos com unhas grandes e verdes, cara de abóbora estragada com dentes amarelos e um cabelo vermelho todo embaraçado….nossa!!!! Aposto que cada um de vocês imaginou uma bruxa diferente, não é mesmo?

Leiam, contem histórias e imaginem junto com seus filhos! Não há limites para isso!