/

Gravidez de gêmeos é muito diferente? Com o que devo me preocupar?

A gestação gemelar pode ser de 2 tipos principais: bebês idênticos, que tem o mesmo material genético ou bebês diferentes, isto é, gêmeos com diferentes genéticas, que são chamados de gêmeos fraternos.

Os gêmeos fraternos são mais raros entre as asiáticas (0,6%), tem ocorrência intermediaria entre as europeias (1,1%) e ocorre mais frequentemente em mulheres negras, atingindo 4%. Já a frequência de gestações gemelares com bebês idênticos é frequente no mundo todo e gira em torno de 0,3%.

A principal preocupação médica nesses casos é a chance de nascimento prematuro. Entre as gravidezes de bebês únicos, 10% dos bebês nascem antes de 37 semanas. Já entre as grávidas de gêmeos, o risco de parto prematuro é de 30%.

O estiramento excessivo das fibras musculares do útero tem papel chave nesse processo. Isso mesmo. Quando há dois ou mais bebês, o útero “se estica” muito mais, como se fosse uma bola tipo bexiga muito cheia de ar.

Por isso, alguns cuidados devem ser observados: a partir da 20a semana deve-se evitar exercícios físicos. Isso é muito importante. Deitar-se algumas vezes por dia é também recomendável, além de beber muitos líquidos e evitar dias desgastantes e estressantes.

Muitas futuras mamães de gêmeos vão precisar de repouso para evitar o excesso de contrações que podem desencadear o parto prematuro.

Não é fácil, mas… passado tudo isso, as alegrias serão em dobro! E o trabalho também!

Publicado por Dra Adriana Grandesso Pompeo de Camargo.
Doutora Adriana Grandesso Pompeo de Camargo (CRM 115.771-SP) é médica graduada pela Unicamp. Obteve Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, em 2007, pela Unicamp.