20/05/2019 19:39h

Como o pré-natal pode influenciar na vida do adulto?

Imagine o momento em que um óvulo acaba de ser fecundado por um espermatozoide. Neste segundo temos apenas duas células que acabam de se fundir. Sigamos em frente. O que vai acontecer nos próximos minutos, horas e dias?

Estas duas células iniciam um processo mágico de multiplicação e diferenciação. Isso significa que elas serão capazes de dar origem aos milhões e milhões de diferentes células que compõem hoje o nosso organismo. Cada célula terá uma função e uma especialidade como por exemplo, as células que formam o fígado, ou o cérebro, o coração, a pele, os ossos e músculos, enfim…

Mais importante: isso tudo em apenas 9 meses, quando então teremos uma criança totalmente formada, crescida, pronta para sair do útero materno e encarar uma outra etapa da vida no mundo a sua volta.

Por isso a vida intrauterina é tão importante e valiosa para os seres humanos. O intenso processo de multiplicação celular e de formação de todos nossos órgãos e tecidos é único e crucial para o futuro de cada pessoa.

Qualquer intercorrência que eventualmente ocorrer neste processo intenso de multiplicação e formação dos órgãos, deve ser imediatamente identificada para que não haja sequelas no recém-nascido e no futuro adulto.

O pré-natal, portanto, é absolutamente fundamental para a saúde tanto do bebê quanto da mãe.

A vida começa no útero materno. A possibilidade de ter mais saúde, também.

Dra Adriana Grandesso Pompeo de Camargo

Dra Adriana Grandesso Pompeo de Camargo

Doutora Adriana Grandesso Pompeo de Camargo (CRM 115.771-SP) é médica graduada pela Unicamp. Obteve Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, em 2007, pela Unicamp.
Dra Adriana Grandesso Pompeo de Camargo

Últimos posts por Dra Adriana Grandesso Pompeo de Camargo (exibir todos)