14/04/2019 09:00h

Alimentos com corante fazem mal a saúde?

Pense agora em um prato cheio de  morangos lindos, super vermelhos. Vamos agora colocar um suspiro branquinho como a neve em cima. Dá água na boca só de imaginar, não é mesmo? E se estas imagens fossem em preto e branco? Talvez não tivessem o mesmo efeito de estimular nossa vontade de comer.

As cores são essenciais nos alimentos. Cada um tem a sua, que passa a ser um pouco a sua “identidade”. A laranja é cor de laranja, o verde pode ser verde-limão, salmão é da cor de ..salmão e por ai vai.

Por isso a indústria procura colocar “cores” nos produtos, para que fiquem mais atraentes para nossos olhos e, consequentemente, para nosso cérebro que esta “acostumado” a relacionar cores ao paladar.

Um iogurte  de morango não poderia ser cinza…difícil encontrar uma bolacha  de chocolate azul ou um suco de uva amarelo. Os corantes, portanto, são utilizados para “enfeitar” os alimentos, deixando-os próximos de sua identidade de sabor. Cabe, portanto, a pergunta:  será que fazem mal para a saúde?

Há vários tipos de corantes utilizados em alimentos. Há corantes naturais, que são provenientes dos próprios alimentos, como a beterraba, por exemplo, que dá a característica cor roxa, a clorofila que dá a cor verde e a cenoura, que dá o tom alaranjado.

Mas também são utilizados corantes artificiais. Todos passam por inúmeros testes até que possam ser  liberados para consumo humano. Importante saber, no entanto, que os corantes são produtos químicos que podem ser interpretados por algumas pessoas como substâncias “estranhas”. Resultado: estas pessoas produzem anticorpos contra os corantes de alguns alimentos. Isso é o processo da alergia. Algumas pessoas, portanto, tem alergia aos corantes dos alimentos.

Este tipo de alergia pode se iniciar na infância. Os pequenos tem um sistema imunológico mais sensível e por isso mais propenso a alergias. Por isso é que  a introdução alimentar na infância deve ser muito cuidadosa e progressiva.

Produtos com corantes devem ser evitados em crianças com menos de 1 ano de idade. Após esta idade, podem ser oferecidos, mas com cuidado e atenção aos seus efeitos.

Os corantes podem dar lesões na pele, como bolinhas vermelhas ou urticária, ou causar problemas respiratórios como chiado no peito ou asma, ou ainda causar problemas gastrointestinais como dores de cólica ou diarreia.

Nem tudo que é atraente, portanto, faz bem para a saúde!

Dra Ana Escobar

Dra Ana Escobar

Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria. Atualmente, é coordenadora da Disciplina de Pediatria Preventiva e Social desse mesmo departamento. Ainda na área educacional, é responsável pelas disciplinas de graduação e pós graduação sensu lato e sensu stricto da Faculdade de Medicina da USP.
Dra Ana Escobar

Últimos posts por Dra Ana Escobar (exibir todos)