08/03/2019 09:14h

Piolhos: como se livrar deles?

Só de pensar em piolhos já dá coceira na cabeça, não é mesmo?

Quem já teve piolho sabe bem o que é isso. Estes pequenos insetos se alimentam do nosso sangue. Eles fazem suas“refeições” mais ou menos 4 vezes ao dia. Para isso, possuem umas “garras” que os ajudam a fixar no couro cabeludo. E olha só: eles não voam nem pulam de uma pessoa para outra.

Vivem em média 40 dias. Por isso precisam se multiplicar rapidamente. Seus ovos são conhecidos como “lêndeas”, que são aquelas bolinhas brancas facilmente identificadas. Os piolhos as depositam no folículo piloso, que fica bem na raiz do cabelo. Elas grudam no fio e são difíceis de remover. Bem diferente da caspa, que fica mais “solta” e frequentemente cai nos ombros. Em apenas 10 dias, a lêndea sai do ovo e se torna um piolho adulto.

Qual o principal sintoma dos piolhos e lêndeas?

O principal sintoma dos piolhos e das lêndeas  é a coceira. Coça o tempo todo, principalmente à noite. Muitas crianças tem o sono agitado de tanto que coçam a cabeça, a nuca e atrás das orelhas. Às vezes, de tanto coçar, surgem pequenas feridas vermelhas na cabeça, que podem até infeccionar.

Lavar a cabeça todo dia evita piolho?

Piolho não tem nada a ver com higiene. Lavar a cabeça todos os dias não evita a chegada do inseto. Basta encostar a cabeça em quem tem piolho que a gente pega – por isso é mais comum em crianças que brincam juntas. Compartilhar pentes, escovas ou bonés também transmite piolho.

Quais as dicas para tratar os piolhos?

– Não utilize nenhum produto de limpeza ou inseticida sem orientação médica. Lembre-se sempre que muitos destes produtos são venenos e podem intoxicar. Só o médico é que pode prescrever a medicação correta. Há muitos shampoos e produtos indicados para crianças e adultos, que são altamente eficazes. Existe tratamento que pode ser feito por via oral: mas importante saber que só o médico é que pode orientar.

– Retire as lêndeas com um pente fino. As lêndeas possuem uma “capa” que é super resistente a vários produtos. Por isso é importante que sejam removidas com o pente.

– Se você identificou piolho em seus filhos avise imediatamente a escola. É importante que todos os pais fiquem atentos e procurem piolhos em seus filhos. Se mais crianças da escola estiverem com piolhos, é interessante que todos procurem se tratar juntos, senão um fica passando para o outro e esse ciclo pode não ter fim.

Quem teve piolho uma vez pode ter de novo?

SIM. Quem teve piolho uma vez pode ter várias outras.

Tem como “prevenir” piolho?

SIM. Evitando o contato dos próprios cabelos com os cabelos de quem está com piolho. Evite compartilhar pentes, escovas, bonés ou travesseiros com quem está com piolho. Importante: os piolhos não pulam de uma cabeça para outra.

Remédios podem “evitar” o piolho?

NÃO. Os produtos matam o piolho que já estão na cabeça. Não adianta usar remédios, shampoos, ou loções preventivamente.

Não é vergonha nenhuma ter piolho. A maior vergonha é não avisar a escola e esconder dos outros.

Dra Ana Escobar

Dra Ana Escobar

Dra. Ana Escobar é médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria. Atualmente, é coordenadora da Disciplina de Pediatria Preventiva e Social desse mesmo departamento. Ainda na área educacional, é responsável pelas disciplinas de graduação e pós graduação sensu lato e sensu stricto da Faculdade de Medicina da USP.
Dra Ana Escobar

Últimos posts por Dra Ana Escobar (exibir todos)