Três dicas para reconhecer a gravidade de doenças respiratórias

Dica 1 Conte a frequência das respirações durante 1 minuto. Veja como é fácil: pegue um relógio e conte quantas vezes a pessoa respira em exatamente 1 minuto. Os valores normais são: adultos, até 25 respirações por minuto. Crianças maiores de 1 ano, devem ter até 30 respirações por minuto e bebês no máximo 50 a 60 respirações por minuto. Se alguém perto de você estiver com a respiração acelerada e curta, em valores superiores aos descritos, procure orientação médica. Dica 2 Tire a blusa e observe o esforço que a pessoa faz para respirar. Não é difícil. Olhe exatamente […] VEJA MAIS.

Três dicas para evitar dor de garganta no inverno:

1. Evite locais fechados, pouco arejados e com muitas pessoas juntas Se você está no ônibus ou no metrô procure sempre abrir um pouco as janelas para o ar entrar. Faça a mesma coisa em casa. Pela manhã, abra as janelas para arejar todos os ambientes. Circular o ar é uma das formas de evitar doenças respiratórias, inclusive a dor de garganta, que é a “porta de entrada” para muitos vírus ou bactérias. 2. Lave as mãos com mais frequência No inverno há muitas pessoas gripadas e a maioria quando tosse, coloca a mão na boca. As mãos contaminadas podem […] VEJA MAIS.

Três causas comuns de tosse

1. Tosse infecciosa Geralmente acompanha quadros gripais. Por isso as pessoas também apresentam febre, dores pelo corpo e congestão das vias respiratórias. O sinal de alerta mais importante é dificuldade ou cansaço para respirar. Procure sempre atendimento médico se isso ocorrer. Lembre-se; quadros respiratórios importantes como pneumonia e sinusite, podem se manifestar com tosse. 2. Tosse alérgica Geralmente é uma tosse seca, irritativa, sem secreção. Não há febre ou sinais de gripe. Adultos ou crianças podem ter. Quem tem, chega a acordar à noite para tossir e o sono fica bastante conturbado. 3. Tosse secundária causada por refluxo gastro esofágico […] VEJA MAIS.