19/05/2017 17:32h

Como diferenciar amigdalite viral da bacteriana?

Todos os tipos de amigdalite podem dar dor de garganta, febre, mal estar e muita dor para engolir.

No entanto, existem  duas causas infecciosas mais comuns, responsáveis pelas  amigdalites: vírus e bactérias.

O grande problema é que os sintomas podem ser exatamente os mesmos nos dois casos. Mas o tratamento é completamente diferente. Nas amigdalites bacterianas, estão indicados os antibióticos. Nas amigdalites virais o tratamento é só para atenuar os sintomas. Os antibióticos, nestes casos, estão contraindicados.

Como saber então se a amigdalite do seu filho é causada por vírus ou por bactérias?

Só o médico pode afirmar, com base no exame clínico e em alguns testes laboratoriais.

A diferença mais significativa é que nas amigdalites bacterianas geralmente há pontinhos branco- amarelados de pus nas amígdalas. As amigdalites virais em geral deixam a garganta muito vermelha e inchada, com muita dor, mas sem pus. No entanto, para confundir ainda mais, alguns vírus, como o da mononucleose infecciosa, por exemplo, pode causar umas placas brancas nas amígdalas que muitas vezes se parecem com placas de pus.

Por isso, hoje em dia há um tipo de teste rápido para uma bactéria, que é o Streptococo, que  ajuda a identificar a causa da amigdalite. Quando o teste é positivo, o tratamento com antibiótico está indicado. Quando negativo, o médico é quem deve orientar a conduta.

Nunca se automedique e muito menos medique seus filhos sem orientação.